TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom

Colunistas

Texto:
+
-
Bia Willcox

Bia Willcox -

Amores Cariocas

FIM

00:00 / 00:00

O que tem começo tem fim. Até aqui, nenhuma novidade.

Maquiavel foi genial, diria maquiavélico, ao constatar o que lá no fundo temos certeza mas não queremos ver - o fim. Fim.

Três letras e aparentemente a maior e mais profunda razão da famosa angustia existencial. Aquele mal estar, um embrulho qualquer no estômago ou uma vontade inexplicável de chorar ou ficar na cama, pode ser a tal angústia sem explicação  que, lá nas profundezas de nosso ego, acha-se a consciência inconsciente do fim.

Queremos acreditar que coisas boas, paixões, ciclos iluminados, processos positivos e até vidas humanas são pra sempre.

Mas pra sempre é, realmente, um lugar que não existe.

Sartre, o filósofo que sabemos, uma vez disse que um amor, uma carreira e uma revolução  são algumas das coisas que começam sem sabermos como acabarão. 

Ninguém duvida que o fim existe e tá ali na frente nos esperando. Só não sabemos como ele vai aparecer muitas das vezes.

A sabedoria está na nossa capacidade de aceitar com tristeza mas com resiliência o que acaba. 

Entender a finitude como parte de nosso ciclo.

O fim é sempre adverso, portanto é fundamental o encararmos como um tanque de guerra, uma muralha sólida ou uma árvore secular. 

De peito aberto e com coragem.

Lembrando que o fim muitas vezes é alívio ou alegria: fim da dor, fim de algo que nos é tóxico ou limitador, fim da noite insone, fim de um sofrimento ou de uma prova difícil. O fim pode ser e é muitas vezes bom.

E quando o fim nos trouxer tristeza e melancolia, lembremos que ele sempre dá inicio a um começo novo  que nos traz a esperança de eternizarmos nossas endorfinas e serotoninas tão prazerosas que, por sua vez, ocuparam os espaços de nossas dores e horrores.

Outras Notícias

  • sexta-feira,22 de fevereiro de 2019

    14h57

    Tédio

    00:00 / 00:00

    O tédio é um monte de passagens em branco nas páginas da nossa vida

  • sexta-feira,8 de fevereiro de 2019

  • quinta-feira,31 de janeiro de 2019

  • sexta-feira,25 de janeiro de 2019

    13h22

    A falsa coragem

    00:00 / 00:00

    O que parece coragem, muitas vezes, é uma extrema covardia. 

  • quinta-feira,17 de janeiro de 2019

    15h5

    Rudeza Digital

    00:00 / 00:00

    Ah, a Era Digital... Um tempo em que antes de pedir por recomendações, quem contrata para preencher uma vaga pede seus perfis em redes sociais.