TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
PIB de 2019 deve ser de 2,7% - Editoriais - Band News FM

Economia

Texto:
+
-

PIB de 2019 deve ser de 2,7%

A precisão anterior, divulgada em setembro, era mais otimista

Por Isabelle Rangel, às 20/12/2018 - 14:15

Instituto também divulgou a expectativa de inflação para 2019, que é de 4,1% (Foto: Agência Brasil)

O Produto Interno Bruto de 2019 deve ser de 2,7%. Este ano o PIB, que é a soma das riquezas produzidas pelo país, deve fechar em 1,3%. As previsões são do Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada e fazem parte da Carta de Conjuntura do 4º trimestre.

A precisão anterior, divulgada em setembro, era mais otimista. O prognóstico era de que o índice do próximo ano ficasse em 2,9% e fechasse 2018 em 1,6%. O diretor da Diretoria de Estudos e Políticas Macroeconômicas do Ipea, José Ronaldo de Souza Júnior, explica que o governo não implementou as reformas que deveria ter feito, em especial a da área fiscal, por isso o resultado está abaixo do esperado anteriormente.

Ainda segundo José Ronaldo Souza Júnior, diretor do Dimac, do Ipea, para que a precisão de crescimento do PIB em 2019 se concretize, o próximo governo terá que implementar essa agenda impopular, que inclui a reforma da Previdência. 

Instituto também divulgou a expectativa de inflação para 2019, que é de 4,1%. Já em 2018, a expectativa é de que a taxa feche o ano em 3,8%. Com relação à Selic, taxa básica de juros da economia brasileira, a previsão do IPEA é de que o Banco Central a mantenha em 6,5% em 2018./ Esse é o seu menor valor da história. Apesar da aguardada recuperação da atividade econômica ao longo de 2019, a expectativa é de que, no fim do ano comecem a surgir pressões inflacionárias, quando a ociosidade da indústria deve cair, devido ao aumento da demanda. Nestas condições, o Ipea acredita que o Banco Central poderia iniciar um processo de elevação gradual da Selic, que fecharia 2019 em 7%.

NEWSLETTER
OU